Diário de Escrita Almakia 3 – #06

Arashi for dreeeeam o/

Obs01: mais uma vez não é algo focado no livro 3, mas é importante para a questão escrita xD
Obs02: preciso usar vídeos aqui, mas tem a inconveniência de youtube não ser o melhor lugar para procurar vídeos do assunto xD Muitos estão disponíveis em fanpages do Facebook ou em outros serviços de hospedagem de vídeos.

É meio inevitável falar de qualquer coisa que eu escrevo sem falar da LAP, da Paula Vendramini, de Harry Potter e de Arashi. Todos foram elementos essênciais para que os livros já feitos e todos os outros que ainda virão. Por que? Porque eles definiram minha forma de pensar e, consequentemente, a forma como eu escrevo.

Como de todos esses elementos, Arashi é o menos conhecido e o do qual eu menos falo sério – só, canto! Kdê microfone?! –, resolvi deixar o assunto mais esclarecido xD

Como assim vc gosta de uma boyband de japoneses magrelos, L?!
Nem entende o que vc canta!

tumblr_lzrkhfup441qa1uxao1_500

Forma muito errada de perguntar, já ela me exige que te colocar no banquinho para explicar que gosto não se discute gosto deles justamente por serem o Arashi (ponto xD), com todo o poder a dedicação que eles têm com o trabalho que fazem – a energia que só quem se deixa conhecer o que o grupo faz consegue alcançar (sim, não é fácil, eu já estive do outro lado xD). Essa energia algo que me faz dizer com olhos brilhantes: quero ser igual a eles quando crescer!

tumblr_lzun9dSYyV1r26dqvo1_500

E, não se engane, não sou a única ou uma das poucas xD Existe até pesquisas e livros publicados sobre o fenômeno Arashi xD

O sucesso do povo é comprovado em números de vendas na Ásia (a única contagem oficial, o que vai para as outras partes do mundo fica de fora – e não é pouco xD), há anos seguidos sempre sendo os top das listas. Algo que até virou brincadeira no Japão, são os artistas dizendo que o que desejam para o futuro serem Arashi. Sim, tipo, não o nº1, mas Arashi, uma coisa além disso. Arashi se propôs a ser o nº1, e redefiniram esse conceito ao alcançarem (e ultrapassarem a meta, lá por 2009 xD).

Sabe aquele ensinamento do Robert Mckee (Story) de que temos que fazer uma promessa para o leitor, de que as horas dedicadas por eles para a leitura dos nossos escritos têm que valer a pena? Arashi nos faz essa promessa também. E, por não nos decepcionarem é que eles estão há 15 anos conquistando cada vez mais espaço (se não fosse a cabeça dura do Tio Johnny em deixar eles irem para fora da Ásia…).

Mas, é uma boyband, L! Sim, eles começaram assim, só que classificar nesse padrão é generalizar xD Um exemplo legal para quem não conhece entender, é o clip Typhoon Generation, lá do começo de carreira. O início é totalmente boyband melosa, aí na segunda metade eles são Arashi, já investindo na zoação divertida que é totalmente marca deles xD Confira o vídeo! (gente, que povinho novo! Nem lembrava que eles foram adolescentes xD) Outros exemplos: a zoação master Kitto Daijoubu, a zoação feliz de Happiness e a bizarra de Troublemaker. (então quer dizer que eles só fazem coisas zoadas? Nah, variedade, tem de tudo! Joga Arashi Pvs no google vídeos e vai conferindo xD Tem até música para casamentos xD)

tumblr_inline_n72uy12LFD1rtxra6

Não vou falar especificamente de cada um dos integrantes, pq já fizemos isso no blog da LAP. Apesar de ser antigo e não estar atualizado, é bem completo. Se tiver interesse (e quiser correr o risco de não ter mais volta) confere lá xD

Arashi-arashi-34882260-615-353

Apesar de eu ter ressaltado a zoação (uma das coisas que eu mais gosto), Arashi é extremamente competente como artistas. Fazem desde programas de tv (próprios ou como convidados), doramas (novelas), filmes, peças de teatro, campanhas publicitárias (os mais requisitados), shows, programas de rádio, babás de idosos e bebês, animação de festa de crianças, funcionários de zoológicos, enfim, qualquer desafio xD Dentro disso, sempre procuram fazer o melhor para os seus fãs, são profissionais e ao mesmo tempo são idiotas espontâneos xD

tumblr_m4oxvhkdjq1rvjaefo1_500

Começaram como um grupo de talentos reunidos por uma grande indústria musical e no final se destacaram justamente por ser algo que nenhuma indústria era capaz de criar xD Apesar de ser trabalho, não deixam de ser um grupo de amigos que se divertem com o que fazem e procuram transmitir essa energia. Livros de auto-ajuda? Ficar caçando conselhos em opiniões de desconhecidos sobre o que eu devo fazer? Nah! Só preciso assistir um show no Arashi para me animar e poder dizer: agora eu resolvo isso! E funciona xD

tumblr_inline_mg99qehUg01qezksq

O que exatamente tudo isso tem a ver com Almakia?
Muito xD

Quando eu escrevi o livro 1, não era um período muito fácil. Eu tinha muita pressão em encontrar um emprego fixo (trabalhava com cursos e eventos), e essa necessidade não me deixava ter um tempo para sentar tranquila e focar somente na escrita. E, nas poucas oportunidades em que esse tempo surgia, eu travava. Não era expectativa publicar um livro, não era certeza sair do estágio de fã-escritora, não havia a confiança que hoje eu tenho da minha forma de escrever. Essa visão de que Almakia é um mundo que criei e que tenho domínio sobre tudo o que acontece nele era subjulgada pela insegurança de querer escrever algo que agradasse, que fosse dentro do padrão. Isso só me levou a chegar em um muro, sem saber como ultrapassá-lo. E foi ouvindo Arashi que decidi olhar para cima. Foi lembrando daquela sensação de querer ser igual a eles quando crescer que me decidi a encontrar o meu próprio jeito de escrever. E deu certo! xD

tumblr_inline_mw45pi4UAD1rvjyhc

Lembro que na época eu estava travada em uma parte da história, quando a adaptação da fanfic já tinha ficado completamente de lado e eu me perdia por não enxergar um horizonte. Ao ouvir Hatenai Sora, que estava tocando aleatoriamente no meu play, me dei conta que aquela música dizia muito sobre a Garo-lin. Então mandei um e-mail para a Paula dizendo que tinha descoberto o que fazer, que tinha finalmente definido a forma de pensar da personagem principal e que eu teria que colocar Arashi na história depois disso xD No fim, tanto no começo como em cada divisão do livro tem uma parte de uma das músicas que me ajudaram nessas definições.

Na parte de vídeos aqui no site vocês podem conferir algumas das músicas de cada um dos personagens. Mas, vou postar aqui sobre as músicas que ajudaram na história e que constam nas aberturas e partes dos 2 livros:

Se jogar seus sonhos para o céu e secar suas lágrimas, mais do que palavras, o seu coração será a resposta.
Kotoba yori taisetsu na mono

Bonito, não? Isso resume todo o sentimento e a coragem que Paula e eu tivêmos para correr atrás de publicar nossos livros. Jogamos nossos sonhos para cima e saímos correndo acreditando em nossos corações (sim,muito clichê, mas totalmente verdade xD). Achei digno de estar na abertura do livro 1 xD

Vamos aonde?
Para o lugar que ainda não vimos.
O tempo não para, estenda a sua mão.
To be Free

Nessa primeira parte, Almakia ainda é um mundo a ser desvendado, e também era para mim enquanto escrevia. Eu realmente não sabia onde ele iria parar, e hoje simplesmente rio do meu eu-do-passado pensando em como acreditava que tudo terminaria em um livro só xD (Sabi di nada!)

Não importa quão pequeno seja
botão de nossa flor,
essa é a nossa

 única e maior
felicidade.

Happiness

Essa parte 2 no livro 1 foi aquele momento em que eu travei e não sabia para onde ir. Foi quando defini Garo-lin, vilashis e todo o contexto deles em Almakia. Mesmo eu sabendo de tudo o que existe por trás, ainda queria que eles representassem algo que faltava na Sociedade Almaki: ser verdadeiro. Não vou me aprofundar muito sobre (já que vai ter um diário sobre os vilashis), mas é importante dizer que esse trechinho da música resume tudo o que pensei sobre eles.

Vou mudar esse eu que não voa.
Darei o primeiro passo
quantas vezes for necessário.
Hatenai Sora

Esse trecho é a Kandara, a definição dela. Ainda não está claro nos livros o que a fez pensar – e praticamente declarar isso –, e não posso dar spoilers se aprofundar muito aqui xD Mas, quem leu atentamente os detalhes (e a Crônica da Dragão de Fogo) sabe que algo a fez mudar, ao ponto de decidir andar sozinha, mesmo que fosse difícil xD

Pergunto-me quantos milagres se juntaram
para que nosso encontro fosse possível.
Friendship

Para a abertura do livro 2 escolhi esse trecho de uma música que fala sobre amizade (no caso da música, a amizade entre os 5 do Arashi), porque é incrível pensar em cada coisinha que aconteceu para que eu encontrasse os amigos-aleatórios-selecionados, como tudo realmente era para ser assim e como tudo se encaixou perfeitamente. Eles foram meus primeiros leitores, os primeiros incentivadores e todos são fãs de Arashi que acreditam nessa energia. Justo, não? xD

Desde aquele dia, nós estamos desejando algo que não é visível.
O que importa somos nós, que estamos aqui.
Todo dia, toda noite, todo momento, sempre é assim.
O sentimento que nunca acabará.
Mada Minu Sekai E

Como resumir uma vontade de mudar a realidade? E como explicar que os personagens se deram conta de que eles precisariam mudar essa realidade? Garo e os Dragões não querem ser heróis, só querem que as coisas se resolvam porque da forma que está não tem como permanecer. Esse trecho ressoa exatamente como eles pensam sobre o que estão fazendo em Almakia xD

Completando o quebra-cabeça
que continua a fazer o futuro, peça por peça.
Porque, mais do que qualquer pessoa,
eu conheci o brilho que há em você.}
Meikyuu Love Song 

Essa música, a princípio, me ajudou a definir a relação Krission e Garo. Porém, esse trecho dela em especial é Aruk e Kandara. Especificamente, Aruk sobre Kandara. Ele vivia muito bem sem saber do passado do seu avô, mas quando a conheceu sabia que seria uma peça fundamental em tudo o que iria acontecer. E não fugiu disso, aceitou xD

Como se estivesse misturando o passado e o futuro
o sol começa a se elevar em direção ao céu…
Lotus

Bom, para quem leu o final do livro 2, essa frase fica bem óbvia, não? Para quem não leu ainda, só deixo a dica: Kanadi veio para redefinir Almakia xD

Uma última coisa a dizer a respeito de Arashi: o primeiro contato que eu tive com eles foi em 2006, com Hana Yori Dango, uma vez que o Jun fazia o papel principal no dorama e a música tema (Wish) era do grupo. Mas, até então eu ainda ria das menininhas fãs da boyband de japoneses magrelos xD A praga toda começou com o tropeçar no youtube com uma parte de um show deles em Taiwan. Merlin! Eles faziam coreografias com espadas jedis, como assim!? Esse foi o meu pulo do precipício com Arashi: os shows. Todo o resto foi consequência disso xD

Fica o conselho: cuidado em rir das piras dos outros, elas podem voltar para vc com potência multiplicada xD

Ps: quando eu digo praga ela realmente existe, e está descaradamente em uma música chamada Cool & Soul xD

tumblr_n5te2wHlZ11qkk6rwo9_500

E, para encerrar, vou deixar aqui 1) a música mais épica que pode existir para qualquer fã de Arashi, que foi a música de agradecimento para o público que os 5 escreveram e cantaram no show de 10 anos xD 2) A coisa épica que eles fizeram no último show lançado em dvd (2013).

Até a próxima e dúvidas/reclamações/berradores é só encaminhar para cá xD

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s