Vídeos

Arashi é uma das minhas bandas favoritas.
Almakia, uma das histórias. E Lhaisa, uma das melhores amigas. O bônus da vida é tudo isso reunido: a Lhaisa escreveu Almakia e ainda por cima usa as músicas de Arashi pra representar seus personagens!
A história se passa em um mundo bem diferente dos nossos, onde o reino de Almakia meio que domina o mundo, já que são os detentores do almaki – poder para dominar algum elemento.
Garo-lin é a heroína, e não é nada tradicional. Pentelha, teimosa, irritante. Mas também carinhosa, determinada e dedicada. Já falei uma vez e repito: quando li Eragon, queria ter um dragão; ao ler Harry Potter, queria ser um bruxo; lendo o Mundo de Tinta, minha vontade era poder viajar pelos mundos dos livros, o que eu quisesse; mas em Almakia, minha vontade, ao ler, é a de ter todos os que amo ao meu lado e lutar pelo que acredito.
Yuri Amaral

Personagem: Kandara;
Música Tema: To be Free – Arashi;

Motivo:
Kandara é uma personagem que aparece de repente, e a chegada dela também representa um novo cenário de Almakia para o leitor. Conforme a história avança, sabemos que ela é alguém que tomou uma grande decisão, e que esse fato modificou coisas importantes que já estava estabelecidas na Sociedade Almaki. Ela é alguém que sabe muito, mas que não chegou a contar metade do que sabe.
No princípio, não pensei em To be Free como música tema para a Kandara. Mas, assim como a própria personagem invade a história, de repente a música fez todo o sentido  com a vida dela. Ela conquista desde seu primeiro ato, e muitos leitores já me abordaram exigindo explicações sobre a sua situação no livro. Calma, pessoas, Kandara está só no começo do seu caminho! Antes de tudo, ela precisou ser livre 😀

To be freeKandara from Lhaisa Andria on Vimeo.

Personagem: Garo-lin;
Música Tema: Hatenai Sora (Céu Infinito) – Arashi;

Motivo:
Garo-lin não é bem a personagem principal da história: ela é o fio condutor. Através dos olhos amarelos dela é que vamos conhecendo Almakia e todos os outros personagens que compõem esse cenário.
Porém, apesar de ter sido brilhante uma vez, a permanência no Instituto Dul’Maojin fez a vilashi se apagar. Aos poucos, ela encontra motivos para recuperar a sua força e aceita o caminho se estendeu diante dela.
O que eu mais gosto na Garo é o orgulho que ela tem da sua origem e dos seus valores. Afinal, ela poderia ser uma almakin, esquecer de todo o seu passado e aproveitar as oportunidades. Sim, continuaria sendo desprezada dentro dos Portões Negros, mas um dia sairia e teria todo um resto de Almakia fora da Capital de Fogo… Só que ela não é assim.
A nossa força verdadeira é mais poderosa do que qualquer aparência, e ela sabe muito bem disso. Afinal, para voar só faltava ela entender que não era uma pequena almakin, mas um grande vilashi.
Hatenai Sora traduz bem a maneira como ela pensa e a trajetória dela no livro 1.

Almakia -Garo-lin; from Lhaisa Andria on Vimeo.

Personagem: Dragões;
Música: Wild at Heart – Arashi;

Motivo:
Os Dragões são a alma da história, da mesma forma que são o orgulho de Almakia.
Eles serão os responsáveis pelo futuro do Domínio, e cresceram sabendo disso. Porém, ninguém perguntou se esse futuro determinado era o que eles realmente queriam.
Dentre das características que eu mais gosto neles, a amizade, que apenas descobrimos junto com Garo-lin, mostra que eles são muito mais do que os títulos que carregam.
Apesar de muitas pessoas pensarem que Dragões são dragões-criaturas, eles precisamente impõem esse tipo de temor nos almakins. A majestade desse título não os deixa se mostrarem como realmente são e ainda exige muito deles. Eu não gostaria de ter um título de Dragão, por mais legal que pareça 😀
Wild at Hearth coloca bem a forma de pensamento deles, e é divertido ver como as frases se encaixam nos dizeres de cada um dos cinco.

Almakia – Dragões; from Lhaisa Andria on Vimeo.

Personagem: Kidari;
Música: Love Rainbow – Arashi;

Motivo:
Já falei muitas vezes que a Kidari é a minha personagem favorita, não só porque ela é verde :D.
Apesar de no primeiro livro ela ser um personagem secundário, o fato de ela estar em Almakia da forma como está já se mostra estranho. Em todo esse primeiro momento ela deixa pontas soltas e, mesmo que ela mesma não saiba, metade de todos os mistérios que envolvem as tramas atuais de Almakia está concentrada nela.
Ela tem uma facilidade incrível de fazer amigos, pelo simples fato de que só enxerga as coisas boas nas pessoas. Foi fazendo isso que ela sobreviveu até esse ponto, é por isso que Shion fica ao lado dela e é por isso que Garo-lin já de primeira a vê como uma vitima fácil do Instituto Dul’Maojin.
O principal motivo para usar essa música para a Kidari é por ela ser colorida (mesmo que não seja bem assim [sem mais spoilers]). Mas, ela também explica a pergunta da Garo-lin de ‘quando exatamente isso aconteceu?’ que tem no meio do livro 😀

Loverainbow_Ok from Lhaisa Andria on Vimeo.

Personagem: vilashis;
Música: Cosmos – Arashi;

Motivo:
Os vilashis podem ser meio parecidos com os hobbits de Tolkien em seu modo de agir. Porém, basicamente, hobbits e vilashis têm fundamentos semelhantes: pessoas que vivem no interior. Ainda, o meu referencial na hora de escrever foram as colônias de SC, não o que elas realmente são, mas a impressão que eu tenho do lugar onde nasci e convivi durante toda a minha vida. Aquela sensação que a Garo-lin tem em voltar para casa é a mesma que eu tenho quando viajo para lá, de poder respirar profundamente.
Os vilashis não pensam exatamente como um povo enraizado na terra em que vivem. Eles conseguiram um espaço, vieram de fora e souberam aproveitar a oportunidade de enfim ter algo deles (mesmo que não seja bem assim :D). São imigrantes, e sabem a união entre eles é o mais importante para conseguirem sobreviver em Almakia.

Cosmos foi uma música lançada em novembro de 2012 e, incrivelmente, ela veio justo no momento em que eu precisava colocar a alma dos vilashis na história. Aprisionada por trabalho-eventos-compromissos de uma forma que há meses eu não conseguia avançar na história do livro 2, Cosmos me fazia chorar cada vez que eu ouvia, com vontade de continuar escrevendo. Mesmo ainda sem saber exatamente o que a música dizia, entendendo somente algumas frases, eu sabia que ela era a música mais perfeita que podia existir para os vilashis xD E quando pedi para um amigo traduzir do inglês, ele me entregou o trabalho feito dizendo: isso é totalmente vilashi. Então, para você que já leu Almakia — A vilashi e os Dragões, veja esse vídeo e pense na cena dos fogos coloridos xD Vai ser mágico!

Música Tema – vilahis from Lhaisa Andria on Vimeo.

Personagem: Kidari/Kanadi;
Música: Breathless – Arashi

Motivo:
Kidari no livro 2 é a mesma de sempre…
Mas, o quanto dela mesma está no livro 1? xD
Em Além do Segredos descobrimos o verdadeiro significado de ser Kidari e as consequências disso.
Breathless, desde a primeira vez que ouvi, logo que foi lançada – e mesmo só entendendo algumas coisas do que ela dizia -, já me fez pensar que era a música certa para a Kidari no livro 2. Quando a tradução saiu, não tive mais dúvidas: se era para o livro 2 ter uma música tema, era essa xD
Ainda não dá para falar muito sobre, já que praticamente toda a música é um imenso spoiler. Mas, depois da leitura do livro, confira esse vídeo novamente e tire suas próprias conclusões xD

vídeokidari_1 from Lhaisa Andria on Vimeo.

Personagem: Aruk
Música: Lotus – Arashi

Motivo:
Aruk é aquele personagem que sempre existiu e eu não tinha me dado conta dele até que aparecesse 😀 Mas também foi só entrar na história que o suutorin tomou conta de tudo. A princípio ele era tão importante que seria a capa para o Além dos Segredos. Mas, Kidari acabou sendo o foco dessa segunda parte. Isso não diminuiu em nada a importância dele, pelo contrário: ele é chave essencial para quase tudo o que acontece, principalmente como guia da Kidari. Ele tem um propósito bem definido, e acreditando no caminho que viu vai para Almakia. Ao final, descobre que, ao contrário do que sempre pensou, ele não era apenas um suporte para a Kandara, mas algo que nem ela tinha ideia do que poderia se tornar. Sem mais spoilers! xD

A música Lotus, desde quando ouvi ela sem a tradução, foi uma explosão de ideias para o livro 2. Da mesma forma que Breathless para a Kidari, ela era a música do Aruk. Quando vi a tradução foi um susto, porque bateu exatamente com o que o personagem é e sua forma de pensar. Por isso o nome da cidade de Aruk acabou sendo Lotus, e por isso ele usa expressões que remetem ao que a música diz. Já nem sei mais dizer exatamente em que ponto as bases do personagem e a letra da música se misturam xD

Lotus_Aruk from Lhaisa Andria on Vimeo.

Personagem: Kronar
Música: Sakura – Arashi

Motivo:
Então… Kronar é a vilã da história… Mas, até que ponto? xD
O que levou ela a fazer tudo o que ela fez? Tem um motivo ou ela simplesmente é carregada de todo o preconceito e absolutismo-almakin que víamos primeiramente nos Dragões? E, assim como com no passar do livro 1 vemos que na verdade a Garo-lin replica o mesmo preconceito que sofre, até que ponto existe um filtro no que nos é contato sobre essa personagem? No livro 4, quando conhecemos uma parte da história que não tinha sido contata até então, todas essas perguntas (e muitas outras) são respondidas xD O vídeo pode não ter muito sentido para quem não leu o livro 4 ainda. Faça o seguinte: leia a primeira parte do último livro inteira, e depois reveja esse vídeo com toda a base que essa parte da história fornece xD

Almakia 4 – Sakura from Lhaisa Andria on Vimeo.

Quer baixar os vídeos? É só acessar no MEGA

3 pensamentos sobre “Vídeos

  1. Pingback: VÍDEO – Aruk | Almakia

  2. Pingback: Diário de Escrita Almakia 3 – #06 | Almakia

  3. Pingback: ALMAKIA 4 – Pré-Venda! – Almakia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s